domingo, 25 de janeiro de 2009

Deus com qualidade, variedade e preço baixo!

Igreja do Jardim de Deus, Igreja de Jesus Cristo Ressuscitado, Igreja Maravilhas de Jesus, Igreja Internacional da Graça de Deus, Igreja, igreja, igreja... O cristianismo virou bagunça!
Eu tenho maior respeito por todas as religiões. Não falo mau de ninguém por crer ou não em Deus, por ser dessa ou daquela religião, dessa ou daquela igreja. Mas essa superoferta de igrejas que tem hoje, me incomoda.
Vamos aos fatos históricos (religiosamente falando): Abraão ouviu Deus e este o prometeu que sua posteridade seria grande e promissora. Nasceu o judaísmo. Mas a mulher de Abraão, Sara, era estéril e ele teve filho com a escrava. O filho e a escrava foram postos de lado, ditos como indignos das promessas que Deus fizera a Abraão. Daí surgiu os pilares do islamismo. E depois a mulher de Abraão concebeu "pela graça de Deus". É por isso (pra quem não sabia) que existe até hoje as guerras no oriente médio. A mesma terra foi prometida para dois povos.
A necessidade de ter um D(d)eus fez os vários povos criarem seus próprios deuses e ao longo da história da humanidade surgiram vários deles, mas foi do judaísmo que nasceu um tal de Jesus Cristo revoluncionando tudo o que os judeus vinham seguindo até ali, abolindo as mais de 600 leis religiosas e simplificou tudo: "Amai-vos uns aos outros como eu vos amei". Esse Jesus foi assassinado com os piores requintes de crueldade da história da humaniade e foi dado como ressuscitado três dias depois: surgiu o cristianismo.
Foi preciso mais de três séculos para o cristianismo deixar de ser perseguido, e com a aceitação da nova religião, ela começou a se organizar hierarquicamente. Nasceu a maior instituição religiosa do mundo até hoje: a Igreja Católica (universal e única) Apostólica (advinda dos ensinamentos dos apóstolos de Cristo) Romana (com sede em Roma). Por muito tempo, a Igreja se usou do seu livre acesso com a monarquia e a monarquia usou da influência da Igreja para conseguir coisas para seus próprios interesses. Foi o início da manipulação das palavras de Cristo. Por um lado, havia uma Igreja bem intencionada, que o único medo era perder seus fiéis para crenças pagãs, e por isso, é até explicável o porquê da Igreja proibir o acesso aos livros e conhecimento da população. Mas por outro, vemos histórias cruéis como as Cruzadas ou a Inquisição.
Foi por tantos erros, que Martinho Lutero protestou e, mesmo sem querer, desencadeou uma série de desmembrações (?) na Igreja Católica - única até então. Surgiu daí a Igreja Luterana e a Presbiteriana.
A partir daí não sei a ordem de surgimento das Igrejas, mas é compreensível a existência dos Espíritas (tem como princípio a continuação da vida pela reencarnação), as Testemunhas de Jeová (não crêem no inferno, na trindade e acreditam na ressurreição dos mortos nessa mesma terra, só para um número limitado de justos), a Assembleia de Deus e Capela da Bênção (os evangélicos, propriamente ditos, mais antigos que eu conheço, que contestaram o ensinamento de santos, a virgindade de Maria após ter tido Jesus entre outras) e a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (não conheço, mas é diferente), que têm dogmas diferentes entre si, e por isso, é justificável a permanência dos fiéis nessa e não na outra. As demais, desculpem-me, não falo de quem segue, e sim de quem inventou, é puro supermercado. É aquilo que eu coloquei lá no título: Deus com qualidade, variedade e preço baixo. Não demora muito, enchem as igrejas de cartazes promocionais!
A história de todas as Igrejas justificam sua existência! Isso vale para o mundo todo! As religiões orientais precisam de uma história, de uma tradição e não sinmplesmente serem frutos de "uma oração feita, alguém se curou, Deus me ouve, eu estou apto a abrir uma igreja"!.
É lamentável isso. Vejam os absurdos: um certo homem ajudou outro homem a criar uma Igreja e depois dessa Igreja bater recordes (o trocadilho é proposital) em população, fundou outra. Não falo do Edir Macedo! Falo do cara que ajudou o Edir Macedo. Hoje esse amigo do Bispo da Universal tem uma emissora e uma Igreja própria. A ex-BBB 7, Bruna, depois de váários ensaios sensuais para diversas revistas e sites do país, fundou a Igreja da Missionária Bruna. Entre outros absurdos!
Eu defendo o dízimo. Qualquer instituição precisa se manter, e as Igrejas também têm contas. Eu participo da Igreja e ganho vários cursos para ajudar no meu trabalho religioso. Não concordo, no entanto, com a obrigação de ser 10%. Vejam: só minha faculdade é mais de R$400. Não teria como eu contribuir com 10%! Mas como o padre fala: contribua com o que você se sentir bem. Se eu me sinto bem em contribuir, eu ajudo, se não, não! E dou o quanto posso! Isso é pra manter a Igreja. E uma Igreja com história e razão de ser é até bonito o gesto. Mas usar esse dinheiro para enriquecer certa pessoa, dar vida boa a uma família, é um absurdo! E como as pessoas estão cada vez mais carentes e precisando de consolos e palavras amigas elas nem se dão conta do que fazem: uns se drogam, outros dão, muitas vezes, tudo o que tem pra encher o bolso do ministro da "mais nova Igreja da cidade". "Aproveite! É por poucos dias. Só aqui e só na minha Igreja!"

Essa semana, em Set Sétima, tem a crítica de "A Troca", filme com Angelina Jolie. Vale a pena conferir!

8 comentários:

Anônimo disse...

Muito pertinente esse seu post.
Eu estava discutindo isso outro dia com uma amiga. Bom, não chegamos a conclusão nenhuma, mas concordo com vc, a fé está mesmo sendo banalizada nos dias de hoje.

Jura que a ex bbb tem uma igreja??
:0

Seria ela o que a bíblia fala ao se referir aos falsos profetas??

[medo]

***

Anônimo disse...

Vou comentar só até o trecho que li, mas depois volto a ler, só para ver se a minha visão continua a mesma sobre seu escrito.

Então... uma pessoa com seu nível intelectual dizer "Por um lado, havia uma Igreja bem intencionada, que o único medo era perder seus fiéis para crenças pagãs, e por isso, é até explicável o porquê da Igreja proibir o acesso aos livros e conhecimento da população" é muita maldade ou falta de consideração com a história. É fato que a igreja católica (...) só manteve os "livros e inscritos religiosos" longe da população, assim como o conhecimento em geral, porque eles mesmos haviam inventado todos eles. Em fim... se for entrar nesse mérito vou falar mais do que quero.

E você também falou uma tremenda besteira sobre as testemunhas de Jeová, mas isso eu deixo para o próximo comentário.

Vou voltar a ler e depois comento de novo.

Anônimo disse...

Então... voltei...

Só para início de conversa, vou dar a minha visão sobre as igrejas.
Acredito que igrejas são a única forma do povo não "se perder" em meio a solidão compartilhada que é uma vida baseada na razão e não na fé. Quando você, eu ou qualquer outro deita a cabeça no travesseiro, percebe o quanto é confortável a existência de regras para a vivencia e da mesma forma é a igreja. Imaginar um mundo sem igreja, sem deuses, sejam eles de qualidade, com variedade ou preço baixo, me trás a idéia de um mundo em completo caos inicial.
Se a milhões de anos atrás o primeiro ser humano não tivesse louvado ao fogo e por isso tivéssemos procurado explicações lógicas e tudo mais, hoje em dia estaríamos em um nível de evolução bem superior, mas aplicar essa idéia hoje em dia é loucura.
Um homem sem igreja (veja bem, disse sem igreja, não sem Deus) é um homem só e ninguém quer estar só num mundo como esse.

PS: Cara, só tenho a te agradecer por esse post. Ele me fez pensar que eu ainda não escrevi sobre religião no blog.

Abraços e continue escrevendo.

Grahan disse...

Breno,
Eu conheço as Testemunhas de Jeová. Se em algum momento eu falei besteira sobre eles é unicamente pelo pecado do ultra-resumo.
Quanto aos "documentos" da igreja, não estava falando só dos escritos bíblicos, mas de tudo, todos os conhecimentos, inclusive científicos, e você sabe disso: a igreja não escondia só as coisas relativas a Deus.
Outra: não concordo que a igreja tenha inventado. Por dois motivos: o primeiro é aquilo que todo mundo sabe: eu sou católico. O outro é: se um papa inventou, então ele não pensou em muitas coisas. Ele deveria ter excluído textos polêmicos como imagens ou irmãos de Jesus e deixado mais claro dogmas como o purgatório, a autoridade papal entre milhares de outras coisas. Se você falar: "a bíblia foi inventada", podemos trocar uma boa conversa. Agora falar "a igreja inventou a bíblia", não. Taxativamente, não concordo. Não foi.

Leo disse...

Igrejas... Concordo, contigo. É um absurdo o que fazem hoje em dia. Fundar uma igreja é, atualmente, um dos negócios mais seguros e mais lucrativos. Acho um absurdo aproveitarem da boa fé alheia...

Até mais!

Sueli disse...

Sensacional este seu post! Além de muito bem escrito, é "cultura" também. Não frequento nenhuma igreja, mas sou uma estudiosa das leis universais e sempre procurei definir o que é deus (dom "d" minúsculo mesmo). Não tenho dúvidas da existência dele, mas minha concepção é totalmente diferente da maioria das pessoas que acredita nele. Não ignoro o amor ao próximo, mas sei que primeiro vem o amor a mim mesma. E foi aprendendo a me amar pra caramba que encontrei que consegui ser verdadeiramente feliz. Mas, devo lhe confessar que não gosto de religião. Só que preciso admitir que o ser humano ainda não está preparado para ser "bom" sem o auxílio dela. Eu estou. Um abraço!

Anônimo disse...

Adorei o que escreveu sobre essas novas "religões" que pipocam a cada esquina, vendendo "D(d)eus" como um remédio qualquer para os males da sociedade.

Na minha cidade tem mais 'igrejas' do que fiéis. Algumas até em cômodozinhos miudinhos. Tem uma perto da casa da minha namorada que deve ter uns 100m², se não tiver menos. E as pessoas se amontoam lá dentro quase todas as noites. O pasto, em contrapartida, vi outro dia de carro zero. Não dou 1 ano pra ele ampliar o tamanho do "templo".

Sempre fui mais a favor do capitalismo do que de qualquer outro tipo de economia. Mas capitalizar Deus já é um absurdo!!!

Porém tem lá suas vantagens: adoro assistir aquele RR Soares na Band. Rende boas risadas. Ele pede dinheiro a cada 10 palavras que fala!! hahahah

Anônimo disse...

santina infant continuation krylov ironically immunology dana promotion possibility caregordon break
semelokertes marchimundui